Seu portal de festas, eventos e informações

Notícias

Senac Araraquara realiza campanha

Alunos do curso Técnico em Segurança do Trabalho buscaram apoio do Hemocentro de Ribeirão Preto para realizar a atividade que acontece na quinta.

O Senac Araraquara e o Hemocentro de Ribeirão Preto desenvolvem uma ação em prol da vida de milhares de pessoas. Na próxima quinta-feira, dia 1º, das 10h30 às 14h30, a unidade recebe uma equipe de profissionais do Hemocentro, para realizar o cadastro e coletar amostras de sangue de pessoas que tenham a intenção de serem doadoras de medula óssea.

 Posteriormente, será feito o exame HLA (Antígenos Leucocitários Humanos) que irá determinar as características genéticas necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente. O tipo de HLA será cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), vinculado ao Instituto Nacional do Câncer (Inca).

 A ação idealizada e organizada pelos alunos do curso Técnico em Segurança do Trabalho tem como objetivo sensibilizar a população sobre a necessidade e a importância de ser um doador de medula óssea e, também, esclarecer e desmistificar temas relacionados ao transplante. A expectativa é cadastrar pelo menos 200 doadores.

 “O cadastramento é o primeiro passo que sinaliza uma intenção positiva em se tornar um doador. O ato é uma atitude de amor ao próximo e de muita responsabilidade com a vida”, esclarece Miriam Mendes Castanheira, gerente de comunicação social do Hemocentro.

Quando identificados possíveis doadores compatíveis, a informação é transmitida ao médico do paciente que, juntamente com a equipe do Redome, analisa aqueles com maiores chances de compatibilidade. Uma vez identificado, o doador é consultado para confirmar ou não a doação. Em caso afirmativo, novos exames são solicitados.

  “A medula óssea é constituída por um tecido líquido-gelatinoso localizado no interior dos ossos chatos É nela que o organismo produz as células do sangue: glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas. Os principais beneficiados com o transplante são pacientes com leucemias (câncer de medula óssea), linfomas, doenças originadas do sistema imune em geral, dos gânglios e do baço e anemias graves (adquiridas ou congênitas), entre outras”, reforça Miriam Mendes.

 Quem pode participar*?

- Para se cadastrar é preciso ter entre 18 e 54 anos e não possuir histórico de câncer;

- Estar em bom estado de saúde;

- Portar um documento oficial com foto (RG, CNH).

- Fornecimento de dados pessoais, orientação e assinatura de um documento no qual você concorda ter seu nome inscrito no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e autoriza ser consultado/a para doar a sua medula, caso o Redome encontre um receptor compatível;

- Coleta de 5 ml sangue para fazer o exame que traça seu perfil genético.

- Não há custos financeiros nem risco de saúde para o doador de medula óssea;

- Para se cadastrar, é preciso apresentar um documento oficial com foto (RG ou CNH);

- O doador irá fornecer seus dados pessoais, assinar um termo de consentimento e, em seguida, ceder uma pequena amostra de sangue para o exame que identifica as características genéticas do doador.

*Dados: www.redome.inca.gov.br

Serviço:

Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea

Data: 1º de junho de 2017

Horário: das 10h30 às 14h30

Participação gratuita

 Local: Senac Araraquara

Endereço: Rua João Gurgel, 1.935 – Vila Nossa Senhora do Carmo

Informações:  www.sp.senac.br/araraquara ou pelo telefone 16 3114-3000

(Imagem ilustrativa internet)

Fonte: News Link - Senac | Postagem: 29/05/2017 | 23h05

Comentários

ANTES DE ESCREVER SEU COMENTÁRIO, LEMBRE-SE: o site Destaque1000.com não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Nome
E-mail
Cidade
Comentário
 

Destaque1000.com.br - 2005 / 2017. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento Artistadaweb (Obrigatório citar a fonte em fotos e matérias)